Breaking

EDM X UDM

Artigos / Notícias / 07/04/2014

Leia o texto elaborado por Lucas Carrilho, onde ele fala sobre a rivalidade mais antiga e cansativa da musica eletrônica. Mainstream vs. Underground.

 

Antes de começar a falar sobre o assunto, quero deixar claro que esse texto não é de autoria própria é só uma reinscrição de um texto que achei em quanto vasculhava a pagina de um projeto chamado Carrilho + Moura do qual pessoalmente sou fã. Lucas Carrilho é um DJ e Produtor de Techno que trabalha no segmento “underground”, e fez uma matéria para a Ultra Djs (uma escola cujo ele é Diretor) que na minha opinião foi o melhor texto já escrito sobre o conflito da  UDM x EDM.

Então vamos para o importante, há algum tempo já ouvimos falar do EDM, que significa Electronic Dance Music. Com as redes sociais, hashtags e afins, começaram a rotular um único estilo de EDM, o estilo mais comercial. Até aí sem problemas nenhum, cada um tem seu rótulo, sua fórmula de ser chamado, seu nome. Mas aí começou uma guerra estúpida, e vou explicar o porque é estúpida.

Alguns DJs do cenário “underground”, começaram a chamar seu estilo de UDM (Underground Dance Music). E quando a coisa começa a se rotular, acaba em brigas, desavenças, ataques gratuitos, etc.

O que mais me deixa sem entender são as críticas de DJs e Produtores do “UDM”, falando mal de artistas da EDM, criticando seu trabalho, analisando quem toca e quem é fake, metendo o pau nos seus festivais. Quem nunca se deparou com a frase “Ah, não vou nesse evento porque é só chacota”.

Porra ,mas espera um pouco, me fala qual foi o seu primeiro contato com a Música Eletrônica?

Não estou generalizando, mas como diretor de escola de djs, vejo que 90% dos alunos que já passaram por aqui, curtem grandes astros da música pop, como David Guetta, Avicii, Swedish House Mafia, Hardwell, Tiesto, Deadmau5, e por aí vai. Claro que não são todos, mas a grande maioria tem a EDM como sua porta de entrada para a música eletrônica.

Acredito que grande parte do público hoje do Underground, já teve seu momento “chacota”. Que não é vergonha, motivo de piada, ou qualquer outra coisa. É apenas uma etapa fundamental na construção de um gosto musical mais profundo no cenário da musica eletrônica. Em que senão todos, mas a grande maioria sempre passa.

Após essa etapa de “maturação”, os verdadeiros amantes da música eletrônica vão mais a fundo, e começam a entender novos estilos. Estilos que eles não sabiam nem que existiam, começam a entender o Deep, o Techno, o Tech House, e por aí vai. E gostando mais desse segmento, o público vai atrás de novos artistas, novos estilos, novas músicas. Por isso que festivais Underground também tem um grande público e movimentam milhões.

Tudo isso, resultado da porta de entrada, a EDM. Gostaria que os DJs e Produtores parassem com rótulos, brigas, ataques gratuitos. O EDM precisa do UDM e vice versa. Estamos esquecendo o que o grande mestre Ricardo Guedes falava:

“O Brasil tem mais de 7 mil km de praias, belezas naturais, pontos turísticos, e o cara está la, escolheu ir para uma casa noturna pra te ver tocar, mostrar o seu som, portanto, dê muito valor ao seu público e as pessoas que estão na pista para te ver tocar, se sinta um privilegiado”.

Então, meu amigo DJ, se você tem essa oportunidade (que muita gente não tem), aproveite muito. Façam que todas as pessoas dancem, se emocionem, se divirtam, faça daquele momento especial.

Seja EDM, seja UDM, seja a “puta que o pariu”, mas passe uma boa mensagem.

A Música Eletrônica é maior que tudo. Viva a musica eletrônica.

Concorda, discorda ? Deixe sua opinião nos comentários.

 

Artigo original: Ultra DJs


Tags:, ,








Post anterior

Hardwell fala sobre seu novo álbum e trabalho com Justin Bieber

Próximo Post

Deadmau5 faz set underground de 2 horas





Também recomendamos


Mais Histórias

Hardwell fala sobre seu novo álbum e trabalho com Justin Bieber

Hardwell diz em uma entrevista pós UMF 2014, quais os seus projetos futuros Todos nós sabemos o porque que o Hardwell é o melhor...

06/04/2014