Breaking

Entrevista: Nosle

Breaks / Entrevista / 06/06/2014

Pioneiro no Hardstyle no Brasil, Nosle fala sobre seu inicio de carreira, grandes festivais e sobre a cena de Hard-music no Brasil.

 

Nosle é o primeiro produtor/DJ de Hardstyle do Brasil e está no estilo desde sua criação, no final dos anos 1990 e início dos anos 2000. Está na cena eletrônica desde o início dos anos 1990 quando a música eletrônica começou a crescer no país. Iniciou tocando vários estilos nessa época como: Dance, Techno, Trance e demais estilos relacionados à música eletrônica. Mora em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul.

Nosle é fã incondicional do vinyl e adora tocar com eles! Ultimamente Nosle também toca com CD’s. O ano de 2000 foi decisivo em sua jornada, pois nesse ano Nosle decidiu se converter totalmente ao Hardstyle. No ano de 2002 começou a criar suas próprias músicas, sempre preservando a alma do estilo, o “reverse bass”. Back 2 The Oldschool, Revolution, Laugh, To The Club and Helvette foram as músicas que mais tiveram êxito. Em 2005 Nosle produziu um remix para o trio ACL Team, do selo Confusion Records, da Holanda, a música remixada foi “On Your Feet”.

No ano de 2007 Nosle organizou sua própria festa chamada REVERSE, a primeira festa 100% Hardstyle do Brasil. Esse tipo festa nunca tinha sido vista ainda no país e o Hardstyle foi tocado durante a noite inteira. Na primeira edição da festa mais de 400 pessoas ouviram o poder do estilo com Nosle. A festa teve mais uma edição ainda no mesmo ano.

Em 2012, Nosle tocou no primeiro evento internacional de Hardstyle do Brasil (Hard WithStyle), ao lado de Headhunterz e Wildstylez.

2013 foi um ano especial, ele representou o Brasil no festival Defqon.1 na Holanda e também no festival Mysteryland no Chile.

Nosle respondeu algumas perguntas da Electro Beat:

EB: Porque você mudou para o Hardstyle?
Nosle: Desde os anos 90 eu sempre gostei dos estilos mais pesados da EDM, porém eu sentia que faltava algo mais, pois muitas vezes a música era pesada, porém vinha um break mais light que não me agradava. Então no inicio dos anos 2000 surge o Hardstyle, com a base pesada e com breaks que mantinham essa linha. Então a partir desse momento, decidi que era ele que eu iria seguir, pois era exatamente o estilo que eu procurava e estava esperando.

EB: Como é tocar em dois grandes eventos da cena Hardstyle?
Nosle: É uma sensação indescritível. É muito bom estar em um evento ou em um palco onde se toca exclusivamente Hardstyle, pois se sabe que quem está ali realmente gosta do estilo e vai curtir e vibrar juntamente com você. Ver o povo pulando, enlouquecido é simplesmente demais. Enfim é difícil explicar.

EB: Estamos muito distantes de igualar ao Chile em eventos e pessoas que curtem a Hard-music, temos condições de superá-los nesse assunto algum dia? E o que precisa ser feito?
Nosle: O Chile tem uma cena forte e sólida pois foi feito um trabalho de divulgação e investimento no país, acredito que se for feito o mesmo aqui no Brasil, teremos o mesmo êxito ou até mais.

EB: O que precisa ser feito para fortalecer a Cena Hard-music no Brasil?
Nosle: Investimento por parte das grandes produtoras de eventos e também um trabalho de divulgação na mídia. O Hardstyle é um estilo promissor, desde que feito com um trabalho sério.

EB: Qual é sua opinião acerca da saída do Showtek e Headhunterz do Hardstyle?
Nosle: Eu acredito que tudo o que um artista define e escolhe para sua carreira é válido, pois as escolhas são baseadas no que o artista realmente quer, então não vejo problema algum e torço para que todos tenham o êxito estimado.

EB: Qual artista da área você mais gosta e qual o mais promissor?
Nosle: Os artistas que mais gosto são os que criaram o estilo, citamos The Prophet, Zany, Lady Dana entre outros. Têm muitos produtores hoje em dia que cada vez mais se destacam, muitos já consagrados que dispensam comentários, acho que o Geck-o é um artista bem versátil e com um grande futuro pela frente, temos muitos outros, mas se eu enumerar todos a lista ficará muito extensa. Vale lembrar que também temos produtores Brasileiros que inclusive têm releases lançados em gravadoras estrangeiras.

+Entrevistas:

Temos que agradecer a esse grande artista que faz a cena crescer no Brasil, ele é um exemplo para nossos produtores, espero que cresça no Brasil não só ele como todos os artistas que tocam Hardstyle, espero que os produtores de eventos deem o valor que o Hardstyle merece, pois como o Nosle disse, a Hard-Music é bem promissora em todo mundo.

Ouça um pouco do trabalho de Nosle:



Siga Nosle:

Site Oficial
Facebook
Twitter
Soundcloud
Mixcloud
Youtube
Mixify
Flowd


Tags:, ,








Post anterior

Ultra África do Sul: Aftermovie

Próximo Post

Spotify divulga lista de principais artistas com menos de 25 anos





Também recomendamos


Mais Histórias

Ultra África do Sul: Aftermovie

Ultra lança aftermovie da edição que aconteceu na Africa do Sul esse ano e ainda revela data da edição de 2015.   Em...

05/06/2014