Breaking

Pequena, mas Tranceira

Tudo é Vibe / 17/10/2014

Tudo é Vibe é uma coluna semanal que traz cronicas sobre o incrível mundo psicodélico do trance.

Depois de certo tempo vivenciando o trance, tudo que eu descobri foi que não vivenciei nada. E nunca vou vivenciar tudo. Porque é Infinito.

Sou tranceira, mas sou pequena… E como tal, com uma alegria quase infantil fui chegando querendo “me enturmar”…! Falava demais, escrevia demais, agitava demais… euforia, encantamento… Vá lá, com pureza de coração. Mas por algum tempo não entendia porque mesmo depois de tanta energia, não me sentia totalmente “inserida” nesse mundo. E sofria com isso.

Foi aí então que veio a Dona Psicodelia… e me mostrou o caminho.

A minha primeira experiência realmente psicodélica, apesar de discreta, me colocou em contato com o meu interior, comigo mesma, com a minha essência. Como Tudo é Perfeito, eu estava preparada pra isso, e pude extrair o melhor. Abri os olhos e despertei a mente.

Me enxerguei tão pequena, mas tão pequena… Pelos meus erros, pelas minhas virtudes, sendo eu. Mas esse sentimento de pequenez era maravilhoso, porque traduzia não inferioridade, mas “unidade”. Sentimento de Ser Parte. Eu não era nada… porque era Tudo! Me senti conectada com tudo que existe. A terra era eu, a água era eu, os irmãos eram eu, o som era eu!

“Todos somos Um”. Eu finalmente entendi esse conceito e descobri (rindo de mim mesma), que eu não precisava de nada daquilo pra “ser parte” desse mundo mágico. Bastava ser eu mesma. E hoje, eu “sou”. Parte, igual a todas as outras partes. E esse sentimento não tem preço.

Parei de tentar explicar. E comecei a desfrutar… Me divertir, enquanto evoluo. Entrar de verdade na “vibe”!

Apenas deixar a pequena tranceira dançar…

Hoje, eu “estou onde o povo está”, eu “vejo um homem dançando”, tenho “pernas pra ir andando” (trechos de uma música citada no primeiro texto que escrevi “A Pequena Tranceira”).

Caminho pela Luz, passo a passo, sem pressa, com humildade e respeito. Sorrio, danço… e sou grata por cada coisa que vivencio.

“Sou” desse mundo.

A minha contribuição para aqueles que estão lendo esse depoimento é:

Apenas seja (você mesmo).

E viva a psicodelia! ॐ

Foto da capa por: Murilo Ganesh


Tags:, ,








Post anterior

Alesso ensina ao Zac Efron como ser DJ [Vídeo]

Próximo Post

Game o qual você enfrenta "fake djs" é financiado por Deadmau5





Também recomendamos


Mais Histórias

Alesso ensina ao Zac Efron como ser DJ [Vídeo]

Ator que interpretara dj em longa pega algumas dicas de mixagem com Alesso. Calma, desta vez não é mais alguém "atacando...

16/10/2014