Breaking

Ultra Music Festival Miami poderá ser proibido a partir de 2015

Notícias / Ultra Music Festival / UMF 2014 / 03/04/2014

Prefeito e Comissario de Miami querem tirar o o festival da cidade, depois de acidente e invasão.

O Ultra Music Festival é um festival muito conhecido pelos amantes do cenário eletrônico e sonho de consumo de muitos fãs da EDM. O festival ocorre anualmente juntamente com a Winter Music Conference (WMC), ambos em Miami, Flórida – EUA, mais precisamente no centro da cidade em Bayfront Park.

Na edição de 2014, houve uma série de polêmicas no decorrer do evento. Após o início e fechamento dos portões, várias pessoas pularam um dos muros do evento para assistir gratuitamente as apresentações que aconteciam, chegaram a arrombar um dos portões do evento e um dos seguranças do festival foi pisoteado no primeiro dia do evento tentando conter as sucessivas invasões. Em uma matéria de um jornal local, o segurança intitulado como “Erica Mack“, possui 28 anos e está hospitalizado com um traumatismo craniano e uma perna quebrada.

O chefe de polícia da cidade de Miami, Manuel Orosa, disse em uma coletiva  que seus oficiais haviam alertado a organização do evento, horas antes, para que reforçasse a segurança em um dos portões que apresentava fragilidade na segurança, local onde o segurança ferido encontrava-se.

Alguém (Ultra) decidiu mudar os planos no último momento, o que levou ao incidente. Há uma investigação dupla. Uma delas, uma investigação criminal sobre a negligência culpável de qualquer indivíduo que tenha dado a ondem ou feito a mudança de distância da autorização e que teria sido capaz de pensar que algo como isso poderia ter acontecido.

Um dos responsáveis pelo Ultra Music Festival, foi orientado a não se pronunciar sobre o caso até que seja as políticas de segurança sejam revisadas, isso acontece em meio a dúvida de uma futura edição do evento na cidade, visto que o prefeito de Miami quer proibir a realização do evento, mesmo que a cidade deixe de ganhar o dinheiro com o turismo que o festival proporciona à mesma.

Segundo o Miami Herald, o tipo de isolamento e segurança da área usada, não era apropriada para conter as invasões que ocorreram.

Para as próximas edições o Ultra irá rever a política de segurança do evento para torna mais seguro, fazendo parceria com o Departamento de Polícia de Miami. Foi informado pelo Ultra, a contratação de 250 policiais para o evento, sendo que 111 foram utilizados dentro do próprio evento e o restante para assegurar o perímetro, além de pelo menos 318 seguranças particulares foram utilizados para proteger o local do UMF 2014.

O Comissário de Miami ,Marc Sarnoff,  disse que está se esforçando para que o UMF não aconteça no centro da cidade no próximo ano e que os organizadores deverão procurar outro local.

Alguns invasores postaram em suas contas no twitter sobre a facilidade com que pulavam o muro que protegia o evento.

O prefeito de Miami, Tomas Regalado, e o Comissário M. Sarnoff pretendem discutir em uma reunião, no dia 10 de abril, sobre proibição do festival em Miami.

O executivo de negócios de Miami, Rodney Barreto, ex-lobista do festival em questão, assegurou que o “Ultra” está preparado para ficar em Miami.

Vários DJ’s estão se manifestando através das redes sociais, contra a proibição do Ultra Music Festival em Miami e está sendo compartilhado por milhares de fãs.

 

No domingo, Ultra divulgou um comunicado:

Os organizadores do evento  Ultra Music Festival compartilham os sentimentos de nosso parceiro de segurança, CSC, no que diz respeito à condição de Erica Mack, o guarda de segurança atualmente internado no Jackson Memorial Hospital. A Família Ultra espera por uma recuperação rápida e completa.

Os organizadores do evento proibiram qualquer forma de entrada ilegal no recinto do evento. Investigações preliminares mostram que o incidente foram causados por pessoas que não possuem bilhetes do evento e que estavam determinados a ganhar a entrada não autorizada.

Todos os anos, os organizadores do evento trabalham em colaboração com a polícia e outros parceiros municipais, juntamente com parceiros de segurança independentes dos organizadores para garantir a segurança de todos os clientes, tripulação e pessoal de trabalho. Porque uma investigação completa está em andamento, os organizadores do evento lamentam que comentários adicionais não podem ser fornecidos no momento. Os coordenadores do evento estão a cooperar plenamente com as autoridades de investigação.

Erica Mack permanece no hospital em estado estável, mas crítico.

Fonte: Miami Herald


Tags:, , ,








Post anterior

10 coisas que você não sabe sobre o Hardwell

Próximo Post

Cosmic Gate fala sobre novo álbum e podcast semanal em entrevista





Também recomendamos


Mais Histórias

10 coisas que você não sabe sobre o Hardwell

Lista de 10 curiosidades que talvez você não saiba sobre Hardwell, o #1 da Dj Mag. Você acha que sabia de tudo sobre o Hardwell?...

03/04/2014